Viewing entries tagged
busan

Ilhas Oryukdo, Busan

Mais imagens dos nossos passeios pela Coreia mês passado. De trás pra frente, este vídeo foi gravado no dia anterior à ida para Geoje-do, ainda em Busan. Pegamos um barco na praia Haeundae que passa em frente à ponte Gwangan e dá uma volta nas ilhas Oryukdo (ou "ilhas cinco-seis").

Reparem a trilha sonora do passeio, que maravilha. Então pra combinar escolhi uma música coreana que agrada aos mesmos fãs... Não sei se classifico o estilo como trot (트로트), Kpop do Kim Jong-il ou Roberta Miranda coreana.


Depois desse vídeo, chega de barco e mar né? Nunca navegamos tanto na vida. Meu pai até passou um pouco mal, de tanto balanço de barco pra todo lado. Mais tarde, em Seul, só ouvi um uníssono "nããããoooo!" quando sugeri fazermos o cruzeiro pelo rio Han... :)

Ônibus e aula de coreano de graça!

Aqui vão mais duas dicas rápidas, desta vez para quem já está na Coreia ou tem viagem programada para cá.

1. O governo sul-coreano está oferecendo ônibus de graça (Seul-Busan, Seul-Jeonju e Seul-Gyeongju) só para os estrangeiros. A mordomia faz parte da tentativa quase desesperada do governo em promover o turismo na Coreia, pra ver se o pessoal esquece um pouco que existe um vizinho problemático logo ao norte. Quem acaba levando a melhor somos nós! =)


Para aproveitar esta oportunidade e economizar uns bons trocados (acho que ônibus até Busan fica nuns 50 mil wons), é só entrar neste site e fazer sua reserva.

2. Está na Coreia, quer aprender coreano, mas não tem tempo nem dinheiro? Algumas instituições oferecem aulas de coreano de graça! Uma delas é o YMCA. Lembro que a Agatha e outros amigos estrangeiros faziam aulas na YMCA de Cheongju e adoravam.

E ontem recebi um email da minha universidade divulgando o Suwon Migrant Community Service, que também oferece aulas de coreano aos sábados e domingos em vários níveis diferentes, e até aulas preparatórias para certificados de proficiência em coreano. Tudo zero-oitocentos!
Eu tenho a sensação de que sou o único brasileiro que vive em Suwon, mas sei que tem uma turma escondida aqui que, como eu, deve escorregar pra Seul nos fins de semana. Tem sempre gente vindo do Brasil pra trabalhar na "cidade" da Samsung de Suwon. E até a Embrapa abriu um escritório aqui! Pois se algum de vocês, brasileiros que não gostam de falar que moram em Suwon, lerem este blogue, talvez agora dê para arranjarem um tempinho pra aprender coreano, não? ^^

Feira de Universidades em Busan

Fomos a Busan ontem de manhã e voltamos hoje à tarde. Olha a foto da cidade, que maravilha!

No entanto, esta postagem é para deixar o leitor deste blog por dentro da nossa "maravilhosa vida tribulada" na Coreia nos últimos tempos. Refiro-me a nós, bolsistas do governo coreano selecionados em 2008.

O negócio é o seguinte: o governo da Coreia tem um plano até 2012, se não me engano, de trazer milhares de estudantes estrangeiros para estudar aqui. O objetivo é promover a cultura, a língua e o ensino superior da Coreia do Sul. Eles começaram com esse programa KGSP (Korean Government Scholarship Program) mais timidamente, trazendo poucos estudantes. Mas nós somos cobaias do "bum" que resolveram fazer, e viemos com outros cerca de 500 estudantes ano passado.

"Qual o problema?", você se pergunta. O problema, meu caro leitor, é que os quinhetinhos que vieram para terra dos norebangues (versão aportuguesada), estão divididos entre "unrestricted" e "designated". Ser um bolsista "unrestricted" significa que você pode se candidatar para QUALQUER universidade na Coreia e, ao ser aceito, o governo paga tudo. Mas se não for aceito em nenhuma universidade, bye-bye Korea! Isso mesmo. Perde a bolsa e volta com o rabinho entre as pernas. Ser um bolsista "designated" significa que você só pode escolher uma universidade da lista de 35 que o governo oferece, e a vantagem é que, mesmo que você não seja aceito em nenhuma delas, no final das contas eles te mandam pra algum canto da Coreia que vá com a sua cara, e lá você vai estudar, de um jeito ou de outro.

E o rapaz vestido de motorista de ônibus com jaqueta de couro ao lado (eu!) é um "designated".

"Nossa, graças a Deus que sou designated!" eu pensava no início. O problema é que ao todo somos 300 designated, espalharam exatamente 300 vagas pelo território coreano, mas 80% quer estudar em Seul, o que inclui euzinho aqui.

E daí?

E daí que estamos todos estressados, porque a concorrência tá cruel. Ninguém quer ir parar sozinho numa cidade dos cafundós da Coreia, por mais que digam que a cidade é moderna e tem de tudo.

O esquema funciona assim: temos que nos inscrever em 5 universidades da lista (veja abaixo), colocando a ordem da preferência. Se não der na primeira, porque há limite de vagas, vão tentar a segunda, terceira e aí vai.

Hoje, eu "apliquei" (acho que essa palavra vai acabar entrando pro dicionário de português oficialmente) na Universidade Kyung Hee, que tem dois campus (tá, o plural é campi, mas soa esquisito), um em Seul e outro em Suwon, que fica na região metropolitana de Seul, então dá quase na mesma. Tenho uma semana para decidir sobre o restante da lista, e como todos os outros, estou tentando pensar numa estratégia que não seja suicida.

Estou torcendo para não seja necessário usar o restante da lista, porque serei aceito na primeira opção. Mas não custa receber as orações e a torcida do povo do lado daí da bola né... hehe.

Aqui vai a lista de universidades (em ordem alfabética coreana), com o número de vagas. As que estão em negrito são as que ficam em Seul. Alguma sugestão? rsrs.

1. Kangwon National University (8)
2. Konkuk University (8)
3. Kyungpook National University (17)
4. Gyeong Sang National University (7)
5. Kyung Hee University (17)
6. Korea University (8)
7. Kongju National University (8)
8. Kookmin University (8)
9. Daegu University (13)
10. Dongseo University (4)
11. Dong-A University (4)
12. Myongji University (7)
13. Mokpo National University (4)
14. Pai Chai University (8)
15. Pukyong National University (4)
16. Sogang University (4)
17. Seoul National University (17)
18. Sungkyunkwan University (17)
19. Sookmyung Women's University (4)
20. Yonsei University (17)
21. Yeungnam University (8)
22. Woosuk University (4)
23. University of Ulsan (4)
24. Wonkwang University (8)
25. Ewha Woman's University (13)
26. Inha University (13)
27. Chonnam National University (13)
28. Chonbuk National University (8)
29. Chosun University (7)
30. Cheongju University (8)
31. Chungnam National University (7)
32. Korea University of Technology and Education (7)
33. Hanyang University (8)
34. Hongik University (4)
35. Korea Development Institute (4)

Além de tudo, para piorar a situação dos não-asiáticos que queimam 2 milhões de neurônios todo dia para aprender coreano, o NIIED ainda vai pesar as notas que tivemos no KLPT (prova de proficiência em coreano) para influenciar diretamente na seleção, ainda que o programa de mestrado ou doutorado seja 100% em inglês. Para os bolsistas que serão selecionados em 2009, parece que as regras vão mudar um pouco. Vai ter menos gente e menos designated. Não sei como vai ser a distribuição das vagas, mas espero que facilitem as coisas.

Página 2 da nossa viagem a Busan

Tirando o estresse geral por causa dessas incertezas passageiras, foi bom ir para Busan (de novo!). Serviram um jantar bacana com muuuitas opções de comida não-coreana, então comemos até estufar a veia da testa. Ficamos num hotel de frente pra praia e encontramos os amigos que só vemos nessas ocasiões estressantes. Por falar nos meus queridos amigos, hoje na hora do almoço lá estávamos eu, Gustavo, Briza e Emek sentados numa mesa da lanchonete da universidade anfitriã da feira em Busan, quando de repente chega um chinês com uma baita duma câmera pedindo para gravar algumas cenas com a gente. Eles adoram cara de ocidental. Tiram zilhões de fotos e usam nossa imagem para fazer propaganda (depois conto mais sobre minha experiência de modelo fotográfico aqui em Cheongju... rsrs).

Mas então, lá estávamos nós, conversando sobre a vida, e esse carinha tira o nosso sossego pra gravar nossa cara. E ainda abusou: pediu para fazermos caras e bocas. Até que o sujeito ficou sem-vergonha mesmo. Pediu para eu e a Briza fingirmos que somos namorados. Precisa de uma imagem romântica (sei lá pra quê!). Enquanto tava só "sentar mais perto", beleza. De repente o chinês safado pediu pra gente beijar! A Briza, coitada, ficou vermelha, cor-de-rosa, laranja abóbora... e disparou a rir de vergonha... hahaha.

Quem vier para a Coreia, prepare-se para os assédios. Principalmente se você for mulher loira ou homem narigudo... rsrs. (Aí Gustavo, essa postagem foi pra você parar de falar que não atualizo meu blog decentemente! hehe). Abraços!

Longo compacto das últimas notícias

Finalmente, atualizando o blog decentemente (apesar de tentar ser breve). Manchetes da minha vida coreana nos últimos 30 dias:

NIIED: Resolveu pegar todo mundo de surpresa, e a prova de proficiência em coreano, em vez de ser em julho vai ser dia 28 de março! Ninguém entendeu direito. Dizem que precisam dos resultados para sermos aceitos nas universidades, mas o que já era impossível de se conseguir em apenas um ano (nível 5), agora precisamos, teoricamente, atingir em 6 meses de estudos.

DAEGU: Vou mencionar Daegu de novo por dois motivos: 1) porque eu estive lá dois finais de semana consecutivos, pra calar a boca do Gustavo, que duvidava da minha volta àquelas bandas lá de baixo...=) e 2) porque a Briza reclamou que esperava uma postagem gigantesca contando sobre a viagem. Bom, eu me diverti muito em Daegu, porque estava com uma turma "fantárdiga": Briza, Gustavo, Cláudia, e ainda conheci a turca Emek e o finlandês Alex (ou Alecsi, algo do tipo). Fizemos em Daegu o que se faz na Coreia toda: fomos ao Noraebang e cantamos até secar a goela! Chegamos em casa tarde pra chuchu e ainda acordamos cedo no dia seguinte para ir para a próxima manchete...

BUSAN: O esquema de ir para Busan foi excelente. Não vou dar detalhes num blog público como este, mas garanto que a aventura nos trens da Coreia dão muitas emoções! Para mais detalhes, entre no blog do Gustavo e poste uma pergunta, até porque o blog dele tá sofrendo com o baixo índice de audiência. Ajudem a mantê-lo no ar! =P

Chegando em Busan encontramos uma coreana que o Gustavo (de novo) conheceu pela internet, e a bichinha estuda português. A coitada ficou de guia turístico pra gente o dia todo. Fomos à praia Haeunde e à ponte de Busan, que por sinal é uma maravilha. Na praia eu fiquei admirando o sossego. Bom, para ser honesto, a palavra "sossego" é alvo de contradições na Coreia. Porque às vezes sinto muita tranquilidade aqui por alguns motivos, dentre: segurança, a discrição e o silêncio das pessoas e a cultura introspectiva do país. Mas o sossego some quando a gente se depara com: música pop coreana, centenas de placas de neon piscando à noite e multidões andando pra todo lado (imagine só uma população que é apenas 1/4 da do Brasil em uma área que é 1/3 da do estado de São Paulo!).

Mas voltando à praia Haeunde: o sossego foi por causa do dia perfeito. A temperatura estava em torno de 16 graus, o que, no inverno foi uma dádiva! Para se ter ideia da nossa sorte, no dia seguinte já despencou pro zero grau de novo. Então se viam algumas pessoas se divertindo, meninas correndo com suas amiguinhas (tem hora que menina coreana parece lésbica, porque anda só de braço dado com as amigas e não desgrudam um segundo), e a criançada solta, brincando na areia. E ainda demos comida no bico das gaivotas, que passavam voando e pegavam na mão da gente. Muito bacana!

A bacanice deu uma moderada na hora de jantar, que foi quando uma amiga da coreana ofereceu o restaurante da mãe dela para comermos de graça! Todo mundo topou, afinal de graça... já viu né. Mas eu estava varado de fome, e só serviram frutos do mar. O primeiro prato já "abriu" meu apetite: tentáculos de lula, que tinham acabado de ser cortados e, portanto, ainda se debatiam para sobreviver. A Briza e o Gustavo, que comem até capim se deixar, mandaram ver na lula, que ainda se mexia dentro da boca deles. O Gustavo come tudo porque diz que não pode deixar sobrar nada, mas no fundo é porque ele é o maior pão-duro da paróquia e não perde uma boca livre! hahaha. Já a Briza, eu sei lá... vai ver ela passou tempos difíceis quando morou na África. Eu fiquei só admirando. Minha experiência no oriente tem alguns limites. Já me adaptei MUITO à comida coreana, mas moluscos que ainda se mexem... vai me desculpar, não desce.

A volta para Daegu e depois para Cheongju foi muito tranquila. Aprendi o esquema de andar de trem pela Coreia e andei explorando as estações perto de Cheongju. De agora em diante, como bom mineiro que sou, só vou pegar esse trem, uai!

YOGA: Minha memória se apagou sobre o que aconteceu entre Busan e a semana passada, então vamos à última nova. Uma amiga da Agatha chamou ela para fazer uma aula experimental de yoga e eu fui junto. A experiência foi maravilhosa, mas como eu não tinha dinheiro para continuar, deixaram eu fazer durante as duas últimas semanas de fevereiro de graça. Já tenho sentido os benefícios para as minhas costas e meu preparo físico. Junto com a natação e minhas tapeadas na academia do dormitório, meu corpo agradece. Já fazia tempo que minhas mãos não conseguiam encostar nos meus pés com as pernas esticadas, e agora tá moleza. Meu calcanhar conheceu meu umbigo pela primeira vez na vida, e algumas outras partes do meu corpo estão sendo apresentadas também. Os professores são super gente fina, e o bom é que não falam inglês, então somos obrigados a nos virar com nosso coreano. Outra vantagem é que tem muito mais mulher do que homem na aula! =)

Hoje fomos à aula de yoga de novo e logo em seguida o professor juntou todo mundo pra brincar com argila e beber chá verde. Aquele lugar, que se chama You & Me Yoga (com o "you" escrito em inglês, o "me" em chinês e o "yoga" em coreano), foi um presente de Deus. Tanto eu quanto a Agatha estamos superfelizes em ter encontrado um lugar tão tranquilo e ainda poder cuidar da nossa saúde.

Fico por aqui com as últimas notícias. Beijo pra todo mundo!

PS: Não deu outra. Com a última postagem contendo tantas palavras de nudez e afins, os tarados de plantão estão despencando por aqui! o.O