Ainda sobre a professora grávida. No final da última aula tivemos um happy hour e conversamos sobre, entre outras coisas, a gravidez dela. Eu já tinha escutado isso antes, mas um dos coreanos perguntou: "Quando é que a gravidez vai completar dez meses?"

Os estrangeiros da turma, claro, estranharam a pergunta. E como o coreano insistiu que o período total de uma gestação é de dez meses, não puderam evitar os risos.

A gringaiada aqui pega no pé dos coreanos com os números. Eles inventam contagens estranhas, como a idade. Aqui, você nasce e já tem um ano de idade, e completa dois anos no dia 1° de janeiro do ano seguinte. Ou seja: se a criança nasce dia 31 de dezembro, no dia seguinte já tem dois anos.

Mas isso não tem nada a ver com a duração da gestação. Para qualquer coreano que você perguntar qual o duração normal de uma gravidez, ele vai responder categoricamente que são dez meses, e não nove, como nós normalmente dizemos.

Na primeira vez em que ouvi isso, pensei nas possibilidades: 1) eles fazem mais uma das contas malucas que só eles entendem, ou 2) as ajummas são tão fortes que conseguem segurar o moleque dentro da barriga o máximo possível, para ele crescer mais e não ser humilhado por ser baixinho depois de nascer.

Só me esqueci da resposta mais óbvia: são dez meses no calendário lunar! Só isso. A gestação humana dura cerca de 280 dias. Cada mês lunar tem 28 dias. Ou seja: dez meses!

O problema é que com a ocidentalização parcial dos sistemas no oriente, são pouquíssimos os coreanos que sabem te explicar essas contas. Até perguntei pra uma coreana (que, obviamente, nunca engravidou): "Então, sendo dez meses, se você engravidar no dia 1° de janeiro, seu filho deve nascer dia 31 de outubro?" Ela fez as contas, com cara de confusa, e disse que sim.

Mas a melhor explicação foi de um outro coreano: "Olha, nós coreanos somos muito tímidos, por isso ficamos mais tempo do lado de dentro, bem escondidos!"