Este post tem como objetivo simplesmente ajudar qualquer indivíduo que, ao conversar com um coreano e precisar falar sobre números, perceba que tem alguma coisa estranha nas quantidades que ele apresenta. Já já explico o porquê. Primeiro vou dar alguns exemplos de conversas com coreanos que já tive e foi difícil se entender.

Em 2008:

Coreano: "Quantos habitantes tem o Brasil?"
Eu: "Uns 200 milhões."
Coreano (fazendo as contas): "Ah... então é menos que a Coreia..."
Eu: "Ahn??" (detalhe: a Coreia do Sul tem 50 milhões de habitantes)

Em 2009:

Eu: "Quanto custa essa TV?"
Coreano: "30 mil wons." (isso seria igual a 30 dólares, mas a TV custava 300 dólares)

Ontem:

Eu: "Quanto custa um apartamento médio em Seul?"
Coreano: "Uns 3 bilhões de wons..." (=3 milhões de dólares, mas ele queria dizer 300 mil dólares)

Qual o problema então? Esse pessoal aqui não sabe contar? Nada disso. Se você conversar com um coreano em inglês, ele vai se confundir todo com os números grandes. Mas se a conversa for em coreano, você é que vai ficar com cara de retardado fazendo continha no ar para saber se é muito ou pouco, se é caro ou barato. E, infelizmente, entender e usar os números grandes em coreano demora mais tempo do que qualquer um gostaria... Mas por quê?

No nosso sistema numérico, dividimos os números grandes a cada 3 casas para facilitar, certo? Depois de mil, temos milhão, bilhão, trilhão e por aí vai. Então um número como 34.000.000 fica fácil: trinta e quatro milhões. Segredo nenhum, os pontinhos estão ali para ajudar.

Já o sistema numérico na Coreia usa como base não o mil, mas sim o dez mil! Por isso, um número como 230.000 não é dito como "duzentos e trinta mil", mas como "vinte e três dez mil" (23만). E como não tem palavra em inglês para 만, o instinto coreano mistura tudo e usa "thousand", e aí tá pronta a confusão. Ninguém se entende mais.

Depois de algum tempo você começa a sacar o problema e pede pro cara escrever o número para não ter desentendimento. Mas se você estuda coreano, o ideal mesmo é aprender a contar em coreano. Então vamos lá.

Escolhamos o numéro 5 오 [o] e vamos adicionando zeros para ver o jeitão da coisa toda. Lembrando que aqui, como em vários outros países, eles usam vírgula onde a gente usa o ponto, e vice-versa.

50 오십 [o ship]
500 오백 [o baek]
5,000 오천 [o cheon]
50,000 오만 [o man] "5 dez mil" (é aqui que começa a confusão)
500,000 오십만 [o ship man] "50 dez mil"
5,000,000 오백만 [o baek man] "500 dez mil"
50,000,000 오천만 [o cheon man] "5.000 dez mil"
500,000,000 오억 [o eok] "5 cem milhões"
5,000,000,000 오십억 [o ship eok] "50 cem milhões"
50,000,000,000 오백억 [o baek eok] "500 cem milhões"
500,000,000,000 오천억 [o cheon eok] "5.000 cem milhões"
5,000,000,000,000 오조 [o jo] "5 trilhões"

Deu pra pegar a ideia? O nome do número muda a cada 4 casas em vez de 3. O que causa mais confusão é que, para se adaptar aos padrões internacionais, eles escrevem os números colocando a vírgula a cada 3 casas. E para piorar, é bom saber que o uso de número gigantescos é parte do dia-a-dia na Coreia, já que a moeda sul-coreana (won) não sofreu corte de zeros, e por isso 1 dólar equivale a 1.000 wons (aproximadamente).

Se mesmo depois dessa superaula tabajara você tiver dúvida no número, pede pro coreano escrever e pronto.