Conversa que aconteceu no ano passado, em Cheongju, com a búlgara Tina:

Tina: "Você devia ir à Bulgária!"
Eu: "Ah é! Mas me conta, o que é que tem lá? Me fala um ponto turístico ou algo famoso que seja tipicamente búlgaro."
[ela torce a boquinha e pensa muito pra responder]
Tina: "Sabe, a Bulgária é igual a Coreia: somos extremamente orgulhosos por termos quatro estações definidas. E é por isso que você deve ir à Bulgária!"

Eu tinha acabado de chegar aqui, e não sabia que diferença isso fazia. Ainda que, oficialmente, tenhamos no Brasil quatro estações com datas definidas, pelo menos em Minas temos só duas estações na prática: a muito quente e a meio fria, a chuvosa e a seca, verão e "inverno". Eu disse Minas, mas isso varia muito, até mesmo dentro do estado de Minas. No norte do Brasil praticamente só se tem uma estação, ou no máximo a quente e a um pouquinho menos quente. Na região sul talvez seja um pouco diferente, mas nada que chegue a quatro estações bem definidas.

Essa é uma coisa que eu adoro na Coreia. É como se você vivesse em quatro países num ano só. Dá pra ir à praia e também fazer snowboarding (e ficar com a bunda doendo, como a Briza, ou com hematomas no nariz, como o Gustavo). Dá pra ver as folhas todas caindo, mudando de cores e colorindo tudo, e também dá pra ver o milagre da vida aparecer de novo onde tudo parecia estar morto.

Com uma narrativa dessas, daqui a pouco eu vou passar o filme do Bambi pra vocês assistirem! Tão bonitiiiiiinho! ^o^

Mas a verdade é que vir à Coreia no auge das estações é um bom motivo. Agora, por exemplo, a mudança de cores das folhas das árvores já está quase completa, e acredito que a partir da semana que vem o outono vai bombar! Ruas que antes eram "normais", com árvores verdes, de repente ficam amarelas, vermelhas e marrons. Isso dura muito pouco, só algumas semanas. Mas é o suficiente para gente admirar enquanto vai andando por aí.

Aí vão algumas fotos que tirei nesse pouco mais de um ano na Coreia, com as diferentes estações.



OUTONO. Foto de uma rua perto da casa do Jamali, em Seul


OUTONO. Essa foi ainda no ano passado em Cheongju.


INVERNO. Foi um dos primeiros dias em que nevou. O inverno é bonito só quando neva mesmo, porque o resto é meio deprimente.


PRIMAVERA. Cerejeiras no monte Uam em Cheongju. Essas árvores indicam o início da estação.


PRIMAVERA. A florzinha da cerejeira de perto.


VERÃO. Essa estação brasileiro conhece muito bem! (Foto em Anmyeondo, no Mar Amarelo)


OUTONO (nessa semana!). Essa foto é pra mostrar como o outono me inspira. Peguei a vassourinha da ajumma e saí voando pelo campus.