Estes são meus últimos dias de férias. Dia 1 de setembro começam minhas aulas e, segundo o Juliano, eu vou parar na senzala, como todo mestrando na Coreia. Então é melhor eu contar logo o que fiz nas férias antes que meus dias de lerê-lerê comecem.

Além de Anmyeondo e do Festival de Lama, que já contei aqui, andei passeando em outros lugares na Coreia em meados de julho. É que o pessoal do PCNB (Presidential Council on Nation Branding) - aqueles que descobriram que blogueiro estrangeiro seria uma boa pra divulgar o país deles - levaram a turma de estudantes estrangeiros para dar conhecer algumas das principais empresas e cidades históricas coreanas. Então aí vai uma fotopostagem com algumas cenas das viagens.

HOTEL, POHANG e POSCO


Área de lazer do hotel onde nos hospedamos.


Sessão de fotos.


Não é que fizeram um workshop para ensinar a turma a tirar foto?


Su Hee e eu. E eu "surri".


Eu e Gustavo, já emPOSCADOS.


Agatha e eu. Que saudade dessa maluca!


GYEONGJU

Gyeongju era a capital do Reino Silla, que praticamente comandou a península coreana durante o primeiro milênio. Por este motivo, Gyeongju é hoje uma das cidades históricas mais visitadas na Coreia. Foi uma pena que choveu e ventou tanto no dia em que estivemos lá.

Dizem que tocar nesse porquinho traz boa sorte. Então resolvi bater um papo com o suíno.




E não é que já teve brazuca passando por ali?


A alegria da criança ao tomar água na bica!


Jamali. Praticamente um modelo bengalês.




HYUNDAI, ULSAN

Em Ulsan, fizemos um tour pela maior fábrica da Hyundai. Eles já estão tão acostumados a receber turistas que já têm guias preparados para contar toda a história de sucesso da empresa.

No museu da Hyundai estava essa bicicleta, que pertencia a seu fundador Chung Ju-yung, na época em que a economia coreana era agrária e a renda per capita anual era de 87 dólares. Hoje a Coreia é um país que exporta tecnologia e a renda per capita anual é de quase 30.000 dólares.


Eu e o Genesis. "Genésio" para os íntimos.

No final ainda ganhamos uma livreto com uma foto da turma toda que foi tirada na hora, além de uma miniatura de um carro da Hyundai. Valeu a visita, mas preferia ter ganhado um carro de verdade.