Mais um episódio do nosso fim de semana em Seul. Estávamos andando pelas barracas dos países na Seoul Friendship Fair, quando vimos a barraca da Coreia. Até ri. Pensei: "pra que uma barraca da Coreia se já vivemos aqui cercados delas?". Mas foi bom, porque fiquei conhecendo o kkultarae.

Kkultarae (꿀타래, que na pronúncia tupiniquim é "kultaré"), é um doce coreano tradicional, feito basicamente de mel e malte, com recheios variados. No passado, ele era servido ao rei ou a convidados nobres. Fazer esse doce envolve uma habilidade artesanal que atrai a curiosidade de muitos, porque o objetivo é fazer com que a massa vire 16 mil fios, finos como seda. Acreditava-se que esses fios traziam longevidade, saúde e boa sorte.

O doce é servido gelado, e na minha opinião é uma delícia! Só vale lembrar que "doce" na Coreia não é tão doce quanto "doce" no Brasil. Acho até que se um coreano comer nosso doce-de-leite ou uma bela rapadura, o cara desenvolve um diabetes "tipo fatalíssimo" em 2 minutos, porque seu organismo não está acostumado com tanto açúcar.

Mais uma vez, gravei um vídeo. Ficou meio picado, porque nessa hora a memória da câmera tava acabando.

맛있게 드세요! (Bom apetite!)