Lá fui eu ontem à noite dar uma corridinha na pista em torno do campo da Universidade de Cheongju. Clima ótimo, como poucas vezes vi na minha vida. Nem quente nem frio. Agradável demais.

E enquanto eu tentava me livrar dos meus pneus, que parecem ter vida própria agora, tinha uma turma de estudantes coreanos tocando samul nori (사물놀이). É uma batucada tradicional coreana, que por vezes parece um pouco com o samba, só que com instrumentos de percussão bem diferentes.

Então o brasileiro curioso aqui parou de correr e pediu pra assistir a turma tocando. Todo mundo fez cara de "uau! um estrangeiro veio assistir a gente!". O resultado foi que eles mudaram o negócio de um ensaio informal para uma apresentação quase oficial, só porque eu tava assistindo.

E depois da apresentação, as meninas cochichavam entre si, como quem queria me perguntar alguma coisa mas não sabia como. Então vieram:

"Podemos tirar uma foto com você?"
"Claro, por que não?"
"Uhuuuuuu!!!!", e começaram a pular de alegria.

Fizeram fila pra tirar foto comigo. Tinha umas 8 meninas e 2 rapazes, todos de 21 anos. Graças a Deus os caras ficaram na deles, só se curvando e me chamando de Rique hyeong (형, ou irmão mais velho, usado como forma de respeito de um homem mais novo para um mais velho). As meninas pediram para "encostar no meu braço" (rs) e fazer coraçãozinho duplo (coreano adora!), além dos vários "kimchiiiiis" (que equivale ao nosso "olha o passarinho!").

Cara, tô me sentindo ator de novela. Ou o Ronaldinho Gaúcho. Porque ator de novela geralmente é um cara bonitão, e eu ainda não perdi tanta noção assim dos limites da minha beleza, né.

Isso não muda o que escrevi no post anterior sobre namoro na Coreia, mas com certeza sempre dá uma massageada saudável no ego da gente! =)

...............................................................................

Neste fim de semana provavelmente irei a Seul, onde encontrarei o Gustavo, a Briza e outros brasileiros no Hi Seoul Festival. No domingo de manhã (dia 10/05) vai ter barraca de comida brasileira, e não posso perder essa boquinha!

Aproveito também para agradecer aos recentes novos leitores do de prosa na coreia, sempre muito atenciosos e generosos nos comentários. A princípio, o blogue era para manter a família e os amigos informados sobre minha vida na Coreia, mas pelo jeito o público está mudando. Muito obrigado a todos, e sintam-se em casa!

PS: Não deixem de visitar o blogue Brasil com Z, que tem como intuito reunir brasileiros espalhados pelo mundo. Nesta quinzena estão convidando blogueiros em diferentes países para escrever sobre suas experiências e impressões. Ontem publicaram minha colaboração, dá uma espiadinha lá.