Finalmente consegui manter contato (sei la de que grau) com os coreanos. Alias, comunicacao mesmo foi soh com um deles. Eh o cara que fica no quarto ao lado do meu, e assim que cheguei em casa ontem, a porta dele estava aberta, com outros dois coreanos conversando. Entao ele me chamou pra entrar e comecamos a conversar. O ingles dele eh bem basico, entao quer que eu o ajude a melhora-lo, e ele me ajuda a aprender coreano. Engracado eh essa coisa que eles tem aqui com a idade. Eles precisam saber quantos anos voce tem para saberem se posicionar diante de voce. Dai quando eu disse que tinha 23 anos ele levou um susto! Acho que to meio acabadinho, viu. Foi entao que ele deu uma relaxada e passou a me tratar mais informalmente, porque ele tem 25. Oriental parece que soh comeca a ficar velho depois dos 40! Pra mim todos aqui tem cara de 17.

Depois ele me perguntou se eu acreditava em Deus, e nao escondeu sua felicidade quando eu disse que sim! Disse que era cristao e falou que vai me dar uma Biblia em coreano. Eu perguntei pra ele sobre as igrejas que vi nas ruas, que tipo de igrejas eram, etc. Ele me disse para ter cuidado, porque tem de todo tipo. Eu duvido que seja tao zoneado quanto no Brasil, onde voce encontra as Universais da vida crescendo assustadoramente. Pra ser sincero, gostaria de encontrar um lugar sem religiosismos mas tambem sem invencao de moda. Coisa simples, como Evangelho tem que ser e eh. "Evangelho" significa "boas novas, boas noticias", mas na maioria das vezes parece que soh se pregam "pessimas noticias" por ai. A boa nova, acredite, eh BOA. E se eh boa faz bem a alma. Eh saber que Deus e o homem sao reconciliados em Cristo, e que ja nao ha barganha nem sacrificio que nos aproxime mais dele, nem cagada na retranca que nos afaste do amor d'Ele. Eh simples assim. O coreano com quem conversei (eu esqueci o nome dele! eh dificil guardar nomes coreanos por enquanto!) ate ofereceu para reunirmos um pequeno grupo para orar de vez em quando. Por mim, sendo assim, nem preciso de "igreja" (institucionalmente falando).

Mudando de assunto, ontem descobrimos que o regime do alojamento vai ser mais ou menos militar. Todas as noites, de segunda a quinta, as 23h, os estrangeiros terao que fazer fila no corredor para contar quem esta presente. Durante dias de semana nao podemos passar noites fora, salvo em caso de urgencia, e os reincidentes poderao ate ter a bolsa cancelada. O pessoal reclamou bastante, mas eu nem ligo tanto (tirando o fato de ter que fazer a fila), afinal preciso ter mais disciplina com meus horarios e acho que isso vai acabar ajudando. E no final de semana a gente dah uma desandada no horario, claro! E isso vai ser soh durante o primeiro ano, depois cada um mora onde quiser, com quem quiser, e faz o que quiser na hora que quiser.

Vou ficando por aqui. Ta chovendo o dia todo desde ontem, e daqui a pouco vamos receber orientacoes gerais sobre o nosso programa.

Hasta la vista!